Home

É do encontro entre texto e leitor(x) que (re)surge a palavra-ação configurada pela literatura. Desse modo, nas duas pontas do processo de concepção do literário, a de quem escreve e a de quem lê, estão corpos, os quais, por sua vez, têm cor, histórias, afetos e desejos. A pulsão desse encontro permanece recalcada pela academia e a relação íntima dos pesquisadores com seus estudos, um silêncio. Evocamos, pois, essa relação como substrato dos vídeos que compõem esse projeto, na certeza de que o que nos move em direção ao trabalho de pesquisa e ancora o mergulho crítico – tantas vezes solitário – sedimenta-se em matéria-vida e é fundamento do possível vislumbre de uma Literatura Inteira.